22 de fevereiro, 2024

Collins e Welch conversam sobre os desafios dos CEOs em 2024

Por Francisco Tramujas

Pensando nos desafios para os CEOs em 2024 imaginei uma conversa hipotética entre dois dos meus autores e executivos de sucesso favoritos. Como seria interessante ouvir os craques Jim Collins e Jack Welch quando o assunto é estratégia dos negócios e liderança.

Para ainda não está familiarizado com os nomes; Jim Collins é ex- executivo da Hewlett Packard (HP) – e autor dentre várias obras de duas das minha favoritas Feitas para durar e Como as gigantes caem – e Jack Welch considerado o melhor CEO da história da centenária empresa criada por Thomas Edson a General Electric (GE) e autor do inspirador livro Paixão por vencer.

Nesta minha epifania da conversa entre estes gigantes da estratégia e da liderança que mais admiro imaginei os protagonistas sentados em uma sala, discutindo os desafios enfrentados pelos CEOs em 2024. Quando Welch iniciaria o bate-papo como a seguinte pergunta a Collins:

Jack Welch: Bem, Jim, parece que os CEOs enfrentarão um novo conjunto de desafios em 2024. A paisagem dos negócios está sempre mudando. O que você acha que é crucial para os líderes empresariais terem sucesso?

 

Jim Collins: Com certeza, Jack. A agilidade continua sendo uma palavra-chave. Os CEOs precisam se adaptar rapidamente às mudanças do mercado e às novas demandas dos clientes. A capacidade de pivotar estratégias e operações é mais importante do que nunca.

 

Jack Welch: Concordo, Jim. Lembro-me de como a GE teve que se adaptar às mudanças nos anos 80. A inovação constante foi crucial para o nosso sucesso. Como você vê a inovação desempenhando um papel nos negócios em dias atuais?

 

Jim Collins: Absolutamente, Jack. A inovação sustentável é vital. Não é apenas sobre lançar novos produtos, mas também sobre cultivar uma cultura que promova a experimentação e o pensamento inovador em todos os níveis da organização. A liderança deve incentivar o risco calculado.

 

Jack Welch: Lembro-me de como implementamos o Six Sigma na GE para melhorar a eficiência. A disciplina empresarial sempre foi um pilar importante para mim. Acha que essa disciplina ainda é crucial?

 

Jim Collins: Sem dúvida, Jack. Manter o foco nas áreas-chave de competência e ser disciplinado nas decisões é fundamental. No entanto, também precisamos equilibrar isso com a flexibilidade necessária para lidar com a incerteza do ambiente de negócios atual.

 

Jack Welch: Falando em disciplina, a gestão de pessoas sempre foi um desafio. Como você vê o papel das pessoas na estratégia empresarial hoje?

 

Jim Collins: As pessoas continuam sendo o ativo mais valioso de uma empresa. A construção de uma equipe de líderes de Nível 5, como discutimos em “Empresas Feitas para Vencer”, é crucial. Investir no desenvolvimento e bem-estar dos funcionários é uma estratégia de longo prazo que sempre vale a pena.

 

Jack Welch: E sobre a transparência e comunicação aberta? Sempre considerei isso vital.

 

Jim Collins: Totalmente de acordo, Jack. A confiança é construída com comunicação aberta e transparente. Os CEOs precisam ser comunicadores habilidosos, compartilhando a visão e os valores da empresa de maneira que inspire confiança em todos os níveis da organização.

 

Jack Welch: Jim, esses são tempos desafiadores, mas sempre acreditei que os desafios trazem as maiores oportunidades. O que você diria aos CEOs que estão enfrentando esses desafios?

 

Jim Collins: Eu diria que a resiliência é a chave. Os líderes resilientes são capazes de transformar desafios em oportunidades. Manter uma visão de longo prazo, investir nas pessoas e ser ágil nas decisões são fundamentais para o sucesso em 2024 e além.

 

Uma pena que este bate-papo é apenas uma simulação entre Collins e Welch, mas sobre temas que são fundamentais para os CEOs, como agilidade, inovação, disciplina empresarial, gestão de pessoas e transparência. Cada um traz suas perspectivas baseadas em suas experiências de estratégias e filosofias de liderança.

E se você pudesse fazer uma pergunta a cada um deles, qual seria?

#CEOs #CEO #GE #GeneralElectric #HP #HewlettPackard #JimCollins #Collins #JackWelch #Welch #ComoasGigantesCaem #FeitasparaDurar #PaixaoporVencer #estrategia #lideranca #gestao #SixSigma

Sobre o colunista

Francisco Tramujas

Especialista em Planejamento estratégico com foco nas seis áreas da Gestão (Estratégia, Financeiro, Pessoas, Comercial e Marketing, Processos e Projetos).

Compartilhe

outros conteúdos

O que justifica a popularidade de figuras como Pablo Marçal e outros "coaches"?
Bug do Milênio, o BANT perfeito
Como a Janela de Johari pode te ajudar na gestão?
Stock out, o pesadelo de muitos negócios!
Por que bons profissionais são descartados por um processo seletivo ruim?
E se um chef fosse o autor da estratégia de sucesso?