22 de fevereiro, 2024

Como a Janela de Johari pode te ajudar na gestão?

Por Francisco Tramujas

Fui apresentado ao conceito da Janela de Johari quando fiz meu MBA e logo me interessei em entender mais sobre o tema, já que a psicologia tem impacto direto na gestão das empresas e dos gestores de sucesso.
A Janela de Johari é um modelo psicológico desenvolvido por Joseph Luft e Harry Ingham em 1955, projetado para ajudar as pessoas a entenderem melhor a si mesmas e a melhorar a comunicação interpessoal. O modelo representa a interação entre o conhecimento que uma pessoa tem sobre si mesma e o conhecimento que os outros têm sobre ela.

 

A janela é dividida em quatro quadrantes, cada um representando uma área diferente de conhecimento:

 

  • Área Aberta (Aberta para Todos): Inclui informações sobre o indivíduo que são conhecidas por ele mesmo e pelos outros membros da equipe. Essas são características, habilidades, sentimentos e experiências que estão abertamente compartilhadas e compreendidas.

 

  • Área Oculta (Oculta dos Outros): Contém informações que são conhecidas pelo indivíduo, mas não pelos outros membros da equipe. Isso pode incluir pensamentos, sentimentos, ou experiências que a pessoa escolheu não divulgar.

 

  • Área Cega (Cega para Si Mesmo): Refere-se a informações que os outros membros da equipe percebem sobre o indivíduo, mas que o próprio indivíduo não reconhece. Isso pode incluir comportamentos ou padrões de comunicação que são evidentes para os outros, mas não para a pessoa em questão.

 

  • Área Desconhecida (Desconhecida por Todos): Inclui informações que nem o indivíduo nem os outros membros da equipe conhecem. Essas podem ser características, habilidades ou experiências que ainda não foram reveladas ou descobertas.

 

Como a Janela de Johari pode ajudar na gestão da equipe:

 

  • Melhor Comunicação: O modelo destaca a importância da comunicação aberta e honesta para expandir a área aberta. Isso pode facilitar a construção de relacionamentos sólidos e eficazes dentro da equipe.

 

  • Autoconhecimento: Ao compreender as áreas cegas e ocultas, os membros da equipe podem aumentar seu autoconhecimento. Isso permite que eles trabalhem para melhorar aspectos desconhecidos ou minimizem comportamentos prejudiciais.

 

  • Desenvolvimento de Equipe: A Janela de Johari pode ser usada como uma ferramenta para desenvolver a confiança e a coesão da equipe. À medida que as áreas abertas aumentam, a equipe pode se tornar mais eficaz na resolução de problemas e na consecução de metas comuns.

 

  • Feedback Construtivo: O modelo incentiva a troca de feedback construtivo entre os membros da equipe. Isso pode ser fundamental para o desenvolvimento profissional e a melhoria contínua.

 

Você tinha conhecimento sobre este tema? Que tal trazer a Janela de Johari para a sua gestão?

Sobre o colunista

Francisco Tramujas

Especialista em Planejamento estratégico com foco nas seis áreas da Gestão (Estratégia, Financeiro, Pessoas, Comercial e Marketing, Processos e Projetos).

Compartilhe

outros conteúdos

O que justifica a popularidade de figuras como Pablo Marçal e outros "coaches"?
Bug do Milênio, o BANT perfeito
Stock out, o pesadelo de muitos negócios!
Por que bons profissionais são descartados por um processo seletivo ruim?
E se um chef fosse o autor da estratégia de sucesso?
Mercado de Veículos no Brasil em 2023: Um Ano de Crescimento Notável em Novos e Usados