30 de maio, 2024

Cultura Dopamina, como ela tem influenciado no nosso comportamento?

Cultura Dopamina, como ela tem influenciado no nosso comportamento?

Por Francisco Tramujas

A dopamina é um neurotransmissor que desempenha um papel fundamental no sistema nervoso central, influenciando uma variedade de funções, incluindo movimento, humor, recompensa e motivação. No livro “Nação Dopamina” da Dra. Anna Lembke, ela explora como a busca por estímulos constantes, como redes sociais, jogos de azar e drogas, pode resultar em um ciclo de dependência que afeta a liberação de dopamina no cérebro. Isso pode levar a problemas como vício, depressão e ansiedade.

 

No livro “Nação Dopamina”, a Dra. Anna Lembke discute como a sociedade moderna está cada vez mais imersa em atividades que estimulam a liberação de dopamina no cérebro, como o uso excessivo de redes sociais, jogos de vídeo, pornografia online e o consumo de substâncias viciantes. Ela explora como esses comportamentos podem levar a um ciclo de busca incessante por prazer, resultando em tolerância, dependência e consequências negativas para a saúde mental e física. Lembke também examina como o marketing e a tecnologia contribuem para esse fenômeno, criando um ambiente propício para a dependência da dopamina.

Os impactos negativos do ciclo de busca incessante por prazer, que envolve a liberação de dopamina, são variados e podem afetar tanto as pessoas individualmente quanto a sociedade como um todo.

Alguns desses impactos incluem:

 

  1. Dependência e vício: O uso excessivo de substâncias viciantes, como drogas, álcool, ou comportamentos compulsivos, como jogos de azar e uso excessivo de redes sociais, pode levar à dependência, onde as pessoas sentem uma necessidade cada vez maior de consumir essas substâncias ou se envolver nesses comportamentos para obter os mesmos efeitos de prazer.
  2. Problemas de saúde mental: O ciclo de busca por prazer pode contribuir para o desenvolvimento de problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão e transtornos do humor. O constante estímulo dopaminérgico pode desregular o equilíbrio químico do cérebro e prejudicar a função cognitiva.
  3. Problemas sociais e relacionais: O vício em dopamina pode levar ao isolamento social, prejudicar relacionamentos interpessoais e causar conflitos familiares e conjugais. As pessoas podem priorizar suas atividades de busca por prazer em detrimento de suas responsabilidades e relacionamentos.
  4. Impacto econômico: O vício em substâncias ou comportamentos relacionados à dopamina pode resultar em custos econômicos significativos para os sistemas de saúde, devido ao tratamento de doenças relacionadas ao vício, bem como perda de produtividade no trabalho.
  5. Impacto na sociedade: O aumento da prevalência de vícios relacionados à dopamina pode ter um impacto mais amplo na sociedade, contribuindo para a desigualdade social, criminalidade e instabilidade familiar.

 

Em suma, o ciclo de busca por prazer, impulsionado pela liberação de dopamina, pode ter consequências profundas e negativas para as pessoas e para a sociedade como um todo.

Sobre o colunista

Francisco Tramujas

Especialista em Planejamento estratégico com foco nas seis áreas da Gestão (Estratégia, Financeiro, Pessoas, Comercial e Marketing, Processos e Projetos).

Compartilhe

outros conteúdos

5 sinais para entender o Ponto de Esgotamento dos Canais para Manter o Giro do Estoque e o Ciclo de Recompra?
“Essa reunião poderia ter sido um e-mail?” 5 pontos que podem justificar uma reunião
Diamante Negro: O Primeiro Case de Marketing Esportivo
Entendendo a Hierarquia Corporativa: Presidente do Conselho vs. Presidente Executivo
Você dirige o seu carro sem que os instrumentos do painel estejam funcionando?
Golden Ball: sua empresa pode estar jogando fora bons clientes