22 de maio, 2024

O marketing da sua empresa parece “sem eira nem beira”?

Por Francisco Tramujas

Para o início deste artigo tomo emprestado a expressão “sem eira nem beira” de origem portuguesa e tem sido utilizada desde o século XVI. Ela descreve alguém ou algo que não tem posses ou recursos, ou seja, alguém que não possui nada de valor material. “Eira” refere-se a um espaço onde se processam os cereais e “beira” é a borda ou limite de um telhado. Então, alguém “sem eira nem beira” não possui nem mesmo o mínimo necessário para uma vida confortável.

Minha crítica ao marketing sem uma estratégia clara (“sem eira e nem beira”) é um chamado de atenção aos empresários que me questionam sobre o motivo pelo qual, mesmo investindo consideráveis recursos em marketing, sua empresa ainda enfrenta desafios na comunicação eficaz com o mercado e na atração de novos clientes.

 

Muito desta consequência acontece porque empresas criam estruturas de marketing digital, mas não investem na estratégia para que esta aconteça. Enquanto o marketing digital tem se destacado cada vez mais nas estratégias de marketing das empresas, é essencial reconhecer que o marketing estratégico vai muito além do digital.

As plataformas digitais ofereçam oportunidades significativas para alcançar e engajar os consumidores, entretanto o marketing estratégico abrange uma gama mais ampla de disciplinas e abordagens que são essenciais para o sucesso a longo prazo das empresas.

 

Embora o marketing digital seja uma ferramenta poderosa, ele não pode substituir completamente as estratégias tradicionais de marketing. O marketing estratégico envolve uma compreensão profunda do mercado, dos concorrentes e, mais importante, dos clientes. Isso requer uma análise abrangente que vai além dos dados demográficos e comportamentais fornecidos pelas plataformas digitais.

 

Além disso, o marketing estratégico inclui elementos como branding, posicionamento de mercado, desenvolvimento de produtos e estratégias de preços, que muitas vezes não podem ser totalmente abordados no ambiente digital. Por exemplo, o branding é uma parte essencial do marketing estratégico que envolve a criação de uma identidade de marca distinta e a comunicação eficaz dessa identidade aos consumidores. Embora as mídias sociais e outras plataformas digitais possam desempenhar um papel importante na construção da marca, a estratégia de branding vai muito além do digital e envolve uma abordagem integrada em todos os pontos de contato com o cliente.

 

Fazer marketing digital sem considerar a visão estratégica do marketing é como construir uma casa sem um plano arquitetônico sólido – você pode até começar a ver alguns resultados temporários, mas é improvável que sustente o sucesso a longo prazo. Aqui estão algumas razões pelas quais a visão estratégica do marketing é essencial, mesmo no contexto do marketing digital:

 

  1. Alinhamento com os Objetivos de Negócio: Uma estratégia de marketing digital eficaz deve estar alinhada com os objetivos gerais de negócio da empresa. Isso significa entender não apenas como gerar leads ou aumentar as vendas, mas como o marketing digital pode contribuir para os objetivos de crescimento, diferenciação competitiva e construção de marca da empresa a longo prazo.

 

  1. Conhecimento do Mercado e dos Consumidores: A visão estratégica do marketing envolve uma compreensão profunda do mercado e dos consumidores. Isso vai além das métricas digitais superficiais e envolve uma análise detalhada das necessidades, desejos e comportamentos dos clientes, bem como da concorrência e das tendências do mercado.

 

  1. Branding e Posicionamento: O marketing digital oferece muitas oportunidades para construir e promover a marca de uma empresa. No entanto, sem uma visão estratégica do branding e posicionamento de mercado, as campanhas digitais podem ser desconexas e não transmitir uma mensagem consistente e poderosa aos consumidores.

 

  1. Integração com Outras Estratégias de Marketing: O marketing digital deve ser integrado com outras estratégias de marketing, como publicidade tradicional, relações públicas e eventos. Uma visão estratégica do marketing permite que as empresas maximizem o impacto de suas campanhas digitais, alinhando-as de forma coesa com outras iniciativas de marketing.

 

  1. Análise e Otimização: Uma visão estratégica do marketing digital envolve uma abordagem analítica e orientada por dados. Isso significa não apenas rastrear métricas de vaidade, como curtidas e seguidores, mas também entender como essas métricas se relacionam com os objetivos de negócio da empresa e otimizar continuamente as campanhas com base nesses insights.

 

 

Estratégia de Marketing: Alcançando o Sucesso com as Visões de Kotler e Drucker

 

O marketing é uma disciplina multifacetada que exige uma abordagem estratégica para alcançar o sucesso a longo prazo. Neste artigo, gostaria de explorar as visões de dois renomados teóricos do marketing, Philip Kotler e Peter Drucker, e como a partir da visão destes dois craques as empresas podem evitar erros comuns na estratégia de marketing e alcançar resultados extraordinários no mercado.

 

Os 7 “P”s de Kotler: Um Guia Abrangente

Philip Kotler, uma das principais autoridades em marketing, desenvolveu os 7 “P”s do marketing, oferecendo um framework abrangente para orientar as estratégias de marketing das empresas. Esses “P”s incluem Produto, Preço, Promoção, Praça, Pessoas, Processos e Prova física, e cada um desempenha um papel crucial na criação de valor para os clientes e na construção de relacionamentos duradouros com eles.

 

  1. Produto – Entender as necessidades do cliente e desenvolver produtos que atendam a essas necessidades é fundamental. Um exemplo notável é a Apple, que prioriza a inovação, a simplicidade e a experiência do usuário em seus produtos, conquistando uma base de clientes leais em todo o mundo.
  2. Preço – Estabelecer preços que equilibrem o valor percebido pelo cliente e a lucratividade da empresa é essencial. A Nike, por exemplo, posiciona seus produtos como premium, refletindo sua qualidade e imagem de marca.
  3. Promoção – Comunicar eficazmente com os clientes e construir uma imagem de marca forte são elementos-chave da promoção. A Dove é um exemplo de uma marca que desafiou os padrões de beleza tradicionais com sua campanha Real Beleza, promovendo uma mensagem de aceitação e empoderamento.
  4. Praça – Garantir que os produtos estejam disponíveis onde e quando os clientes desejam é crucial para o sucesso. A Amazon é conhecida por sua distribuição eficiente e conveniente, oferecendo uma variedade de produtos com entrega rápida e confiável. A Coca-Cola tem também como um dos seus pilares a vasta cadeia de distribuição dos seus produtos.
  5. Pessoas – Investir no recrutamento, treinamento e desenvolvimento dos funcionários é fundamental para oferecer um excelente atendimento ao cliente. Conhecida por sua abordagem sustentável e ética, a Natura coloca grande ênfase no recrutamento, treinamento e desenvolvimento de seus colaboradores. A empresa investe em programas de capacitação e desenvolvimento profissional, promovendo uma cultura organizacional inclusiva e colaborativa. Como resultado, os funcionários da Natura estão mais engajados e motivados a oferecer um atendimento excepcional aos clientes, o que contribui para altos índices de satisfação e fidelidade à marca.
  6. Processos – Ter processos internos eficientes é essencial para garantir a entrega consistente de valor aos clientes. A Toyota é conhecida por sua eficiência operacional e excelência em processos de produção.
  7. Prova física – Elementos tangíveis que os clientes encontram ao interagir com a empresa também são importantes. A Coca-Cola, por exemplo, construiu uma identidade de marca forte e emocionalmente conectada, transmitindo uma mensagem de felicidade e otimismo por meio de suas campanhas de marketing ao longo dos anos.

 

A Visão de Peter Drucker: Uma Abordagem Orientada para o Cliente

Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna, enfatizou a importância de uma abordagem centrada no cliente para o sucesso empresarial. Drucker acreditava que o propósito de uma empresa é criar e manter clientes, e que todas as atividades e estratégias de uma empresa devem ser orientadas para atender às necessidades e desejos dos clientes de forma eficaz e lucrativa.

 

Casos de Sucesso: Exemplos de Excelência

Empresas como Apple, Nike, Dove, Natura, Coca-Cola e Amazon são exemplos notáveis de organizações que incorporaram com sucesso as visões de Kotler e Drucker em suas estratégias de marketing, evitando erros comuns e alcançando resultados extraordinários no mercado.

 

Esses casos de sucesso demonstram como empresas podem alcançar resultados significativos ao evitar erros comuns na estratégia de marketing e adotar uma abordagem centrada no cliente, diferenciada e integrada em todos os aspectos de suas operações de marketing. Ao construir estratégias de marketing diferenciadas, centradas no cliente e integradas em todos os aspectos do negócio, as empresas podem construir vantagens competitivas significativas e alcançar resultados excepcionais a longo prazo.

#MarketingEstratégico #PhilipKotler #PeterDrucker #7PsDoMarketing #EstratégiaDeMarketing #ClienteCentrado #Diferenciação #ExperiênciaDoCliente #Inovação #ValorPercebido #IdentidadeDeMarca #EngajamentoDoCliente #SatisfaçãoDoCliente #ComunicaçãoEficiente #CulturaOrganizacional #DesenvolvimentoProfissional #EstratégiaDePreço #PosicionamentoDeMercado #MarketingDeConteúdo #IntegraçãoDeCanais

Sobre o colunista

Francisco Tramujas

Especialista em Planejamento estratégico com foco nas seis áreas da Gestão (Estratégia, Financeiro, Pessoas, Comercial e Marketing, Processos e Projetos).

Compartilhe

outros conteúdos

“Essa reunião poderia ter sido um e-mail?” 5 pontos que podem justificar uma reunião
Diamante Negro: O Primeiro Case de Marketing Esportivo
Entendendo a Hierarquia Corporativa: Presidente do Conselho vs. Presidente Executivo
Você dirige o seu carro sem que os instrumentos do painel estejam funcionando?
Golden Ball: sua empresa pode estar jogando fora bons clientes
76% dos projetos falham por ineficiência na comunicação, aprenda 7 Pontos Vitais para não falhar!