17 de abril, 2024

Dicas de etiqueta para não errar no amigo secreto da empresa

Amigo secreto na empresa: se você nunca participou, esse dia chegará. E pode ser agora! Esta brincadeira é uma maneira de descontrair no fim do ano antes de voltar para a rotina de prazos, entregas e muito trabalho, portanto é importante saber o que deve fazer e se comportar no amigo secreto “da firma”.

Separamos algumas dicas de etiqueta que podem ser interessantes e te salvar de constrangimentos com seus colegas de trabalho e superiores. Vamos nessa?

Faça brincadeiras para distrair

Ao longo dos dias, entre o sorteio e o dia da revelação do amigo secreto, faça o jogo! Dispare pistas falsas sobre quem é seu amigo secreto, que comprará uma Ferrari ou um presente de R$1,99. Tente criar um clima agradável para preparar a chegada – mas NUNCA entregue de maneira verossímil, quem você sorteou, não estrague a brincadeira.

Escolha um presente realmente bacana

Tudo bem que o conceito de “presente bacana” é subjetivo e a escolha diz mais sobre quem tirou do que quem vai receber. Mas tem que ser algo, no mínimo, dentro do que a outra pessoa gostaria de receber.

– Seu amigo secreto gosta de música? Que tal um CD da banda que ele mais gosta?
– Ele é gamer? Uma camisa com um personagem desses jogos seria bacana!
– É uma pessoa vegana? Que tal um kit de temperos sem ingredientes de origem anima? .
– Ele torce para o time A? Claro que você não vai dar uma bolsa com o escudo e as cores do time B.
– Seu amigo secreto gosta de tecnologia? Um fone bluetooth é simples e certeiro.

Vá no certo que você tem mais chances de dar bem!

Leve um presente fake
Levar um presente baratinho para disfarçar é uma ideia antiga e engraçada. Você pode entregar, por exemplo, um chaveiro-lanterna para ver a reação de todos para, em um segundo momento, entregar o verdadeiro. Sim, a ideia é antiga, mas sempre rende boas risadas.

Presente genérico? nem pensar.
Copo térmico, um tapete de banheiro, uma agenda ou qualquer presente genérico é chato. Você gostaria de receber isso? Pois é, seu amigo secreto também não. Isso sem contar que são mais baratos, ou seja, estarão muito abaixo do valor estipulado.

Presente muito caro, também não.
Claro que ninguém dará um iPhone de amigo secreto, mas se fosse o caso, isso seria de extremo mau gosto. Todos vão ficar constrangidos com o presente, pois ninguém mais terá gasto um valor tão alto. Isso vale para roupas de marca ou qualquer artigo notoriamente mais caro. Se o limite de valor escolhido foi, sei lá, entre 50 e 80, não ultrapasse o combinado.

E o vale-presente?
Esta “saída” demonstra que você não se preocupou com o amigo secreto – tanto a pessoa quanto a confraternização. É falta de criatividade. Não seja esta pessoa no amigo secreto. Um colega se esforçou para te comprar algo bacana, então o mínimo a ser feito é você continuar essa corrente e não quebrar o elo.

Embalagem certa
Tente fazer uma embalagem diferente. Pode ser uma caixa de papelão velha e surrada, para brincar mesmo. Uma caixa de café para disfarçar um pingente, por exemplo, é uma maneira de brincar em grupo por disfarçar o que está dentro. Uma dica importante: não use a embalagem com o nome da loja onde foi comprado o presente: vai estragar a magia e todos já terão ideia do que pode ser.

O famoso discurso
Evite constranger seu amigo secreto com frases na hora da revelação. Coisas como “meu amigo secreto não usa desodorante”, “ela acaba com o café da firma” ou “ele não entrega no prazo” devem ser desconsideradas. Traga pontos positivos e engraçados que não agridam ninguém.

Não gostei do presente
Pode acontecer de você receber algo que não goste. Sorria e agradeça: lembre-se que a pessoa que te tirou fez um esforço para te agradar. É um colega de trabalho que você vai seguir encontrando na semana seguinte e ele errou, acontece. Não faça cara feira e muito menos critique o que recebeu. O importante é: vale mais a confraternização do que o presente.

Agora é só ir para a festa e revelar seu amigo secreto!

Texto com apoio de Aroldo Glomb

Sobre o colunista

Ediney Giordani

Jornalista, xoxial mídia, blogueiro, podcasteiro, escrevinhador de livros, pagador de promessas e impostos. Chão de Fábrica na KAKOI Comunicação.

Compartilhe

outros conteúdos

Será que é verdade que ser bonzinho é ruim pra nossa vida?
Convite para o homem mais poderoso do mundo conhecido
A amizade, a fidelidade e a semana santa
A importância dos Processos e a rosa
Quem é teu amigo?
E se você ganhar na Mega-Sena hoje?